Você Sabe o que são Filigranas?

 

por Rubem Porto Jr.

 

As marcas d'água (Filigranas) fazem parte do processo de fazer papel a muitas centenas de anos. Quando papel era feito à mão, um arame torcido sob uma forma qualquer era inserido junto com a água presente na polpa de papel. Quando o conjunto era prensado a água escorria e o arame marcava o papel, deixando uma marca na folha resultante. 

As Filigranas hoje são impressas por máquinas diretamente no papel quando ele ainda não umideceu de todo. A marca pode ser vista quando seguramos o papel contra uma fonte de luz. Elas são um dispositivo de segurança, que tentam fazer com que o processo de falsificação do papel que a contêm se torne mais difícil. 

Desde o começo da utilização do selo postal, papéis filigranados vem sendo utilizados. O famoso Penny Black de 1840 e todas as emissões britânicas até 1967 têm filigranas. Os Estados Unidos imprimiram selos em papel filigranado de 1894 a 1915. No papel eram observados as letras "USPS", em dois tipos diferentes: em linha única e em linha dupla. 

Outros países usaram coroas, estrelas, até mesmo imagens animais, como filigranas. Os catálogos de selos ilustram os principais desenhos de filigranas, e neles pode-se saber em quais selos devemos observar esta característica. Não devemos esperar achar filigranas em todos os selos emitidos. Apenas alguns países, durante algum tempo, imprimiram selos com papéis com estas características. O estudo das filigranas pode ser, eventualmente, financeiramente recompensador, se você pode identificar selos que, por um motivo ou outro, apresentam ou não filigranas, quando o esperado seria a situação inversa.

Caso você não consiga ver a filigrana segurando um selo contra uma fonte de luz forte, a forma de observar passa a ser através da utilização de um fluido (benzina) que é uma substância química altamente volátil, que quando aplicada ao selo o molhará durante um tempo muito curto, mas suficiente para mostrar ou realçar a filigrana que queremos ver e então logo se evaporará. Bastam apenas algumas gotas bem-colocadas de fluido, não há necessidade de submergir o selo na solução. Umas gotas é tudo o que precisamos. Pequenas bandejas pretas de plástico feitas para esse uso estão disponíveis nas casas filatélicas, mas qualquer objeto preto, que permita o contraste pode ser usado.

Há vários dispositivos mecânicos para descoberta de filigrana no mercado. A maioria usa uma fonte luminosa concentrada focalizada no selo que por sua vez é firmemente apertado contra uma tela. Alguns dos detectores mecânicos de filigrana chegam a ser bastante caros. A maioria dos peritos filatélicos confia em uma combinação: fluido, equipamento mecânico, boa iluminação e conhecimento na arte de identificar filigranas.

 

Fonte: http://www.clubefilatelicodobrasil.com.br/artigos/atecnicos/filigranas.htm

 

Contato

Numismática Ribeirão Preto Rua Florêncio de Abreu, 1136 - Centro
Ribeirão Preto - SP
Osvaldo Luiz Oliveira
(16) 3610-6487
numismaticarp@gmail.com