Uma Introdução ao Colecionismo de Carimbos

 

por Rubem Porto Jr.

 

Tentar dar informações e sugestões de como colecionar carimbos postais é seguramente um assunto que, talvez, um livro, não seja suficiente para esgotar. A informação e os conselhos dados aqui servem para aqueles que se iniciam neste tipo de colecionismo. 

Uma das alegrias deste passatempo é o fato de não haver nenhuma "lei" que governe o hobby. Infelizmente, quando nós começamos a colecionar, em geral, nós não temos uma previsão ou meta pré-estabelecida para nos ajudar, ou se temos, a primeira coisa que fazemos é desconsiderá-las! Eventualmente, são as "leis econômico-finaceiras" que definem como será jogado este jogo! 

Pode ser dito que há, em essência, dois tipos de colecionadores: os colecionadores de selos (sistemáticos ou não) e os investidores em selos (sempre sistemáticos e eventualmente colecionadores). Se sua coleção é encarada como um bom passatempo, daquele tipo que você gasta pouco dinheiro mas que, mesmo assim, tem como retorno as horas de prazer que manusear seu material lhe traz, então você é um colecionador. Já aqueles em que o ganho financeiro é mais importante do que o manuseio e a apreciação do material são os investidores. Alguns colecionadores tentam ser também investidores, mantendo firme o conceito de passatempo e a diversão de colecionar, mas também abertos à quetão finaceira ligada a valorização de suas peças. 

Em algum momento de sua aventura filatélica no campo da carimbologia vem a pergunta: quanto vale tudo isto? Se você pretende colocar valores econômicos na sua coleção de carimbos postais, você deve aprender que isso só será possível com muito estudo e conhecimento. O mercado filatélico normalmente é regido por leilões, por preços determinados por negociantes e por vendas ponto a ponto entre indivíduos. Acostume-se a isso e tente aproveitar as melhores ofertas e preços que estão sempre aparecenso aqui e ali. 

No caso de uma coleção de carimbos, o mais comum (mas não a mais fácil) é que se faça uma coleção geral na qual você tenta obter carimbos postais de agências postais diferentes. Isto é a forma de como a maioria dos colecionadores começa. Daí é o seu interesse em algum assunto, tema ou mesmo período específico, que irá determinar como a coleção irá evoluir. 

Para se ter uma idéia da dificuldade na montagem de uma boa coleção de carimbos postais, feita apenas com carimbos atuais, basta se saber que, nos Estados Unidos (usado como exemplo pela atualidade e facilidade de obtenção dos dados) existem aproximadamente 35.000 agências postais formais e mais cerca de 2.200 pontos postais. Entretanto, milhares de agências postais operaram durante anos no passado, longinquo e recente, mas agora não mais existem. Logo, fica claro que se trata de uma árdua tarefa conseguir "todo" o material. 

Uma segunda forma de colecionar é estabelecendo temas ou assuntos que referenciam seus carimbos. Outra forma, ainda, é estabelecer um período de tempo ou relacionar este a uma emissão específica. Há interessantes coleções que procuram mostrar, sempre através de uma mesma emissão, todas as datas referentes a certos anos ou períodos. É uma tarefa dura conseguir todo o material e envloverá uma enorme dose de paciência de quem procura, mas a cada semana, mês ou ano fechado se estabelece uma enorme satisfação. 

Evidentemente que as suas decisões serão determinadas por suas preferências pessoais. Entretanto, aqui vão algumas observações: 1) carimbos em envelopes ou em cartões ("inteiros postais") são mais valiosos. Assim prefira o carimbo sobre a carta (envelope)quando puder optar entre um mesmo carimbo apenas sobre o selo e o mesmo carimbo sobre o envelope. 2) nos EUA a prática do colecionismo de carimbos de primeiro dia FDC(First Day Cover) é muito disseminada e pode render belas coleções. 3) carimbos do século XIX são mais valiosos e difícieis de ser encontrados mas compõe uma coleção espetacular e bela. 4) varie o mais possível suas fontes de aquisição de material. Isso é importante pois você não ficará limitado na sua busca pelos carimbos.

 

Fonte: http://www.clubefilatelicodobrasil.com.br/artigos/atecnicos/klei.htm

Contato

Numismática Ribeirão Preto Rua Florêncio de Abreu, 1136 - Centro
Ribeirão Preto - SP
Osvaldo Luiz Oliveira
(16) 3610-6487
numismaticarp@gmail.com