Filatelia é Cultura

                                                                                Giorgio Radini

                                                       Ana Lúcia Loureiro Sampaio

                                                  http://www.portaldoselo.com.br

 

Todo mundo fala que filatelia é cultura; mas não explica nem como e nem porque. A maior parte dos filatelistas, infelizmente coleciona selos colocando-os um ao lado do outro no álbum, sem prestar a devida atenção nos selos que vão arrumando. É uma pena. Colecionam selos sem saber que cada um é algo muito individual com um significado próprio ensinando alguma coisa diferente.

 

Filatelia é cultura porque os selos falam de fatos históricos, acontecimentos importantes, campanhas, de pessoas, de animais, de plantas e de tudo quanto se possa imaginar; a filatelia é um imenso leque de conhecimentos, que passa em branco não significando mais do que pedacinhos bonitos de papel para os leigos e figurinhas para colocar no álbum para os filatelistas. Ninguém se dá ao trabalho de ler e procurar entender o que está impresso no selo. Sabem ver que é uma pessoa; se não é uma daquelas bem conhecidas ou muito importantes, nem procuram saber quem é o que foi, o que fez. Aliás, poucos estão dispostos a gostar de selos com imagens de pessoas. Gostam mais de animais, flores, trens e tantas outras coisas que existem; na verdade bem mais bonitas e chamativas do que um simples retrato. Mas também não se importam em conhecer direito a espécie de animal, onde vive e como vive; ou o tipo de trem, a origem, por onde anda e tudo mais. Às vezes essas explicações até estão escritas nos selos, mas passam desapercebidas.

 

Filatelia é cultura, quando o colecionador procura saber tudo sobre a figura mostrada no selo; quando se interessa em pesquisar os acontecimentos ou as histórias dos diversos personagens. Quando vê um selo reproduzindo uma pintura e além de achá-lo maravilhoso, vai se interessar em saber quem é o seu autor cujo nome geralmente está impresso no selo e depois vai ver se descobrem mais selos com quadros desse mesmo autor; e vasculha a Internet procurando tudo sobre esse pintor. Isso se aplica a tudo quanto mostram os selos.

 

Os selos modernos são lindos em sua grande maioria, mas muito mais do que lindos são cheios de conteúdo informativo, que deve ser aproveitado pelo filatelista, que a cada dia, ao arrumar os seus selos no lugar, irá aprender uma porção de coisas diferentes, que somadas ao que já sabe irá aumentar em muito a sua cultura. É justamente para Filatelia ser Cultura que, ao fazer as descrições para a nossa Revista o Cliente Vende, procuramos colocar o maior número possível de informações, não só sobre o aspecto físico do selo, mas também sobre o conteúdo; até nas ofertas mais simples apenas pela web, além da imagem colocamos todas as explicações possíveis.

 

Fonte: http://www.cfnt.org.br/textos/cultura_selo.php

Contato

Numismática Ribeirão Preto Rua Florêncio de Abreu, 1136 - Centro
Ribeirão Preto - SP
Osvaldo Luiz Oliveira
(16) 3610-6487
numismaticarp@gmail.com